• Porto & Bitetti

Eventos cancelados na pandemia: como agir?

A pandemia do novo coronavírus alterou todas as relações de consumo.Shows, cinemas, teatros, casamentos, festas de debutante sofreram paralisações e cancelamentos. Diante do atual cenário, como ficam os contratos de eventos que foram interrompidos em decorrência da pandemia?

Aconselhamos como primeira opção o conversar, negociar e ponderar, pois é preciso encontrar a harmonia, negociar soluções viáveis e razoáveis a ambos, para que os prejuízos sejam os menores possíveis a todos os envolvidos.

É importante ter em mente que os dois lados dessa relação estão sendo prejudicados e, por isso a busca da solução amigável é fundamental, com muita cautela e com sentimento mútuo de cooperação.

Nem consumidor, nem fornecedor deram causa ao Covid-19. Nem um, nem outro tiveram culpa!

Sempre que possível, o fornecedor deve propor alternativas ao consumidor, como por exemplo, prorrogar o evento para uma data futura, sem a incidência de taxa de remarcação.

Porém, nos casos em que não seja possível a readequação, o consumidor pode requerer a rescisão do contrato, com restituição parcial ou total dos serviços devidos. Nestas situações, a orientação é a de que ambas as partes sejam flexíveis, pois o consumidor tem a intenção de receber o valor, e a empresa deve ser capaz de atender as pretensões conforme suas possibilidades.

Destaca-se que as cláusulas de multa NÃO devem ser aplicadas, pois como comentamos, estamos vivendo um período atípico.

É muito importante que o acordo seja formalizado, mesmo por e-mail, para evitar cobranças abusivas. Se precisar de mais detalhes, ligue que nós te ajudamos. Porto & Bitetti Advogados⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ www.portobitetti.com.br⠀⠀ Telefone: (11) 2649-5712⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ WhatsApp: (11) 95580-8791

15 visualizações

© 2020 Porto & Bitetti Advogados. Designed by The House of M

  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco